É por isto que, neste blog, somos pró Europa

26 08 2009

O Mr. Gay Europe 2009 - Sergio Lara. Espanhol e com ar de ser tão bom rapaz...

O Mr. Gay Europe 2009 - Sergio Lara. Espanhol e com ar de ser tão bom rapaz...

Já decidimos que damos um mãozinha ao rapaz

Já decidimos que damos um mãozinha ao rapaz...

... e nunca seria por causa do corpo

... e nunca seria por causa do corpo

Photo: Beate A Tecza/mrgayeurope.com

Photo: Beate A Tecza/mrgayeurope.com

O vencedor do concurso organizado na Noruega, vive em Barcelona, tem 26 anos e é licenciado em Psicologia.

O novo Mister Gay Europa foi eleito no concurso realizado em Oslo, Noruega, e chama-se Sergio Lara. Nasceu em Valência e vive em Barcelona, tem 26 anos e é licenciado em Psicologia. Trabalha para uma ONG (organização não governamental) orientada para a comunidade gay, onde alerta os jovens para os riscos das doenças sexualmente transmitidas.  O espanhol vencedor do concurso irá por certo aproveitar esta experiência quando realizar as campanhas de consciencialização a que o vencedor tem de atender, onde irá  contactar com jovens e discursar acerca dos perigos do HIV, da sífilis e da hepatite.

Para convencer o júri, Lara trajou de fato de banho,  casualmente, a tocar guitarra e ainda vestido de viking. Num concurso orientado para a diversidade estética, é a segunda vez que um espanhol vence o certame. Lara será agora a nova imagem da luta contra a homofobia e agradece a oportunidade. “São precisas novas abordagens à educação sexual dos jovens e para melhorarmos a saúde das novas gerações” afirma. “Necessitam de educação de prevenção e de aconselhamento. Muitos são marginalizados e acabam na prostituição, é preciso acabar com isto.”

Sergio Lara é um apaixonado por futebol, gosta de Elton John, de perfumes e diz que também tem altos e baixos como qualquer pessoa normal. Conta que se revelou à família depois de uma relação mal sucedida. “Saí do armário depois de uma má relação. Cheguei triste a casa e contei que estava apaixonado por um rapaz, mas que não era correspondido. Fui tudo muito natural.”

Questionado sobre o modelo de beleza da comunidade gay, Sergio Lara responde:  “Não é generalizado. Basta ver pelo vencedor do Mr. Gay World do ano passado. Não era muito bonito e até era bem gordinho. Aqui procura-se alguém que dê a cara, que represente a comunidade gay contra a homofobia.” Sergio Lara destaca a imagem genérica atribuída à comunidade gay nos anos 80,  onde a depilação era vista como obrigatória e os músculos definidos essenciais. “Criou-se essa imagem estereotipada dos homossexuais, e talvez por isso, procuremos alternativas”, diz. No entanto, essa é uma imagem que  Sergio Lara cultiva. “Sim, vou ao ginásio cinco vezes por semana e tenho uma alimentação equilibrada, mas apenas porque sou diabético.” Sergio Lara espera agora puder contribuir para, segundo o próprio, “quebrar barreiras e ajudar a comunidade gay de todo o mundo.

Fonte: http://dn.sapo.pt/inicio/pessoas/interior.aspx?content_id=1344114





EGG – Novo brinquedo!

15 07 2009

Novos Tenga Eggs

Tenga, a empresa japonesa que cria os mais curiosos brinquedos sexuais masculinos, acaba de surpreender-nos com sua coleção de Eggs.

Os Tenga Egg, como bem indica seu nome, têm a forma de um ovo. Para usá-los há que lhe tirar a casca e no interior encontraremos um ovo macio com um interior rugoso. Pese a seu pequeno tamanho, o Egg pode esticar-se até chegar aos 30 centímetros de comprimento e 20 de largura, servindo para todos os tamanhos, portanto.

Os Tenga Egg encontram-se com três interiores diferentes para conseguir estímulos variados. O Tenga Egg Clicker tem no seu interior nódulos e protuberâncias, o Tenga Egg Spider possui uma tela de aranha em relevo e o Tenga Egg Wavy está repleto de cachos ondulados.

Estes brinquedos vêm com sua própria ração de lubrificante e num princípio têm estado desenhados para um só uso, mas com uma boa higiene podem voltar a usar-se.

Estes ovos tão sensuais têm um preço de 8,30 euros e também se podem adquirir em curiosos porta-ovos em meia dúzia.





lista de compras para fazer antes de contar aos pais

21 05 2009

Antes de contar aos pais, não se esqueçam de pensar em todas as possíveis reacções deles, por isso, não se esqueçam desta lista:

  • Bilhete de avião de ida para algures fora do país (de preferência Madrid, Barcelona, Londres ou São Francisco).
  • Capa de invisibilidade do Harry Potter, caso tenhamos que “desaparece-me da minha vista!”.
  • Camisas extravagantes da Bershka ou da Zara, com florezinhas cor-de-rosa. Usem tal vestuário para excluir a hipótese da “isso é só uma fase tua”.
  • Foguetes para deitar na rua, caso recebam um “Estava a ver que não!!!”. Raposeira também serve, e é mais acessível.
  • Caixa de lenços de rosto para o vale de lágrimas.
  • Comprar no iTunes o Frozen da Madonna (oficialmente somos contra a pirataria, tá??) e alugar o Philadelfia.
  • Carregar o telemóvel com saldo suficiente para ligar às “amigas” para desabafar logo a seguir a ter contado.

Como forma de abordagem trataremos disso noutro dia, mas por agora podem ficar com este vídeo.





Episódios bichanos

12 05 2009

Vi num blog este texto que me deu razão para mandar umas belas gargalhadas às tantas da manhã. Apeteceu-me partilhar (tomei a liberdade de corrigir os erros).

Episódios (in)dignos de registo (15)

Num Qualquer Verão há alguns anos houve uma festa no Trumps que se chamou “Festa da Agua”.
La estava eu a dançar com água pelo joelho, havia chuveiros espalhados por todo o lado, gajos de tanga e barbatanas no meio da pista, drags a montar golfinhos insufláveis numa piscina montada no meio da pista e um senhor com um micropénis a dançar todo nu em cima da coluna.
De repente começa um espectáculo de transformismo, em cima do palco está uma “senhora” muito conhecida no universo do travestismo lisboeta.
Esta “senhora” tem a particularidade de ser alta que se farta, estava com uns sapatos de salto agulha com plataforma que lhe dava na boa 2 metros de altura, ainda tinha um mega penacho na cabeça com plumas que batiam no tecto, alias toda ela era plumas,transportava-me para um “Poupas da Rua Sésamo meets Shirley Bassey”, era uma coisa assustadora!!!
De cada um dos lados estava uma discípula a dar apoio, um género de backing vocals de playback!?!? Wathever!!!
Lá começa ela a fazer um Playback à traveca (que basicamente consiste em abrir e fechar a boca violentamente, sem qualquer tipo de preocupação em respeitar a letra, ou os tempos, mas sim em mostrar a profundidade da garganta!!!) as discípulas começam a fazer uma coreografiazeca recambulesca.
Até aqui tudo bem, mas lá chega uma altura em que a Cavalona decide dar uns paços de Dança mais movimentados, qual bailarina can can, lança uma perna para a frente, e desiquilibra-se, ao tentar contrabalançar inpulsiona o corpo para a frente com demaseada força, o penacho deve ter pesado e o palco estava um bocado pro molhado (óbvio!) e só oiço um esganiçado AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH foi das coisas mais assustadoras que assisti, olhei para cima e o Poupas Bassey dirigia-se para cima de mim à velocidade da luz. Afastei-me e…….. SPLASHHHHHHHHH
Está morta! pensei… tinha a avestruz toda desmantelada aos meus pés, caiu do palco para a pista de focinho naquela água porca e provavelmente estava a snifar aquela merda, nem conseguiu amortizar a queda com os bracinhos porque não pensou rápido!
De repente uma das discipulas começa a gritar…
-Apanha, apanha, Apanha!!!
La começo a tentar auxiliar a “senhora” começando por tirar-lhe a cara da água e perceber se respira, vejo que tem a boca toda f*dida, a discípula grita de novo…
Não é ela que tens de apanhar, SÃO AS PLUMAS ESTÃO NA ÁGUA, APANHA AS PLUMAS!!!








%d bloggers like this: